Pedro, um discípulo sincero e dinâmico – 4

banner.gif

PEDRO, UM DISCÍPULO SINCERO e DINAMICO

Pr. Edevir Peron

 Fonte: http://www.adcorreiapinto.com.br

Introdução.
Mediante o tema da lição em estudo, “sinceridade e dinamismo”, são qualidades encontradas na vida de Pedro, o apostolo de Cristo que mais se manifestou em todos os acontecimentos do ministério de Jesus. Apesar de suas franquezas, sempre esteve disposto a auxiliar o seu mestre em todas as circunstancias. Qualidades essas que devem estar presentes também em nossas vidas.

I. Pedro, pescador de homens (Lc 5.8-10).
Pedro, sua profissão.

Pedro era um pescador, juntamente com seu irmão André; e sócios de Tiago e João, também irmãos Lc 5. 10. Sua área de trabalho era o mar da Galiléia. Lago que fica no Norte da terra de Israel. É formado pelo rio Jordão. Mede 21 km de norte a sul, e a sua largura é de 13 km. Tinha peixe em abundância e estava sujeito a tempestades violentas. Era chamado também de lago de Quinerete (Nm 34.11), de Genesaré (Lc 5.1) e de Tiberíades (Jo 6.1).

Nesse mar e nas cidades adjacentes, Jesus realizou grade parte do seu ministério.

Residência.
Pedro tinha sua casa em Cafarnaum Mc 1. 21 e 29. Sua sogra certamente morava com ele Mt 8. 14.
Você pode ver nas fotos abaixo a ruína de Cafarnaum, e a ruína do templo bizantino, construído sobre as ruínas que se acreditava ter sido a casa de Pedro.

Seu nome.
Seu nome próprio; no grego: Simwn (Simôn), em Mt 10. 2. e Simewn (simeôn), em 2Pd 1. 1. Que é a forma abreviada no hebraico שִמְעוֹן (Shimeon), significa famoso.
Seu nome dado por Jesus; no grego Pέtroς (Petros); que significa pedra pequena. Ou Kηfaς (Kéfas); essa ultima é uma transliteração do aramaico para o grego, que também significa pedra.

Pescador de Homens.
Não sabemos por quanto tempo Pedro foi pescador do mar da Galiléia; mas quem sabe desde a sua juventude. Porem agora chegou à hora de mudar de profissão; mas quem quer mudar de profissão, sempre procura algo mais fácil e mais lucrativo; pois todos querem progredir. Mas Pedro, não pensou assim; antes renunciou o seu próprio trabalho para seguir a Cristo.
Vamos para o texto bíblico: 1 Certa vez, quando a multidão apertava Jesus para ouvir a palavra de Deus, ele estava junto ao lago de Genezaré;
2 e viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores haviam descido deles, e estavam lavando as redes.
3 Entrando ele num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, sentando-se, ensinava do barco as multidões.
4 Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo e lançai as vossas redes para a pesca.
5 Ao que disse Simão: Mestre trabalhamos a noite toda, e nada apanhamos; mas, sobre tua palavra, lançarei as redes.
6 Feito isto apanharam uma grande quantidade de peixes, de modo que as redes se rompiam.
7 Acenaram então aos companheiros que estavam no outro barco, para virem ajudá-los. Eles, pois, vieram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.
8 Vendo isso Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Retira-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador.
9 Pois, à vista da pesca que haviam feito, o espanto se apoderara dele e de todos os que com ele estavam,
10 bem como de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão. Disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens Lc 5. 8-10.
Vimos no texto acima que, Pedro e seus companheiro tinham trabalhado a noite toda, e decepcionados por não terem apanhado nada, e muito cansados, lavavam as redes para voltarem para casa descansar. Mas naquele momento se aproxima alguém, seguido de uma multidão. Depois de uma longa noite de trabalho sem nenhum lucro, agora é preciso ainda emprestar o barco para alguém de cima dele falar ao povo? Porem Pedro não questionou, e assim teve a oportunidade de ouvir a mensagem que Jesus pregou naquele dia; e certamente já comovido pela mensagem que ouviu, Pedro recebe a ordem do mestre para lançar novamente as redes; Pedro conta para Jesus que durante toda a noite não tinham pescado nada, mas prontamente obedeceu à ordem e, o grade milagre aconteceu; com o que tinha ouvido de Jesus, mais o milagre; Pedro reconhece ser um pecador; e confessou prostrado aos pés do Senhor, recebeu ali o chamado para o glorioso ministério, “pescador de homens”. E sem fazer nenhuma pergunta, deixou imediatamente as redes, e seguiu a Jesus Mt 4. 20.

I. Caráter de Pedro.
Ao começar falar do caráter de Pedro, é bom lembrar que caráter e temperamento são coisas distintas; ainda que muitas vezes o temperamento influencia no caráter. Vejamos em primeiro lugar sobre o temperamento de Pedro; para depois o seu caráter.

Temperamento.
Vejamos o que diz o dicionário português Aurélio: [Do lat. temperamentu.]
S. m.
1. Estado fisiológico ou constituição particular do corpo; compleição.
2. O conjunto dos traços psicofisiológicos de uma pessoa, e que lhe determinam as reações emocionais, os estados de humor, o caráter.
3. Índole, feitio, caráter, têmpera.

Para um estudo mais aprofundado dos quatro temperamentos; sugerimos a leitura do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS; De Tim LaHaye. Editora Mundo Cristão.

Veja no gráfico abaixo os quatro temperamentos, suas qualidades e defeitos.

 


Extraído do livro: Temperamentos Transformados; de Tim LaHaye. Editora Mundo Cristão.

Temperamento de Pedro.
Quando estudamos a Bíblia, nos textos que se referem ao apostolo Pedro; e comparando com o gráfico acima; concordamos com muitos teólogos e estudiosos da Bíblia que o temperamento de Pedro era sanguíneo.

Qualidades e defeitos.
Estudando as referencias a seguir, podemos aprender muito com as virtudes e fraquezas de Pedro. E assim; imitar o seu bom caráter.
Em Mt 4. 20, quando Jesus chamou a Pedro; sua pronta reação foi: “imediatamente deixou suas redes e o seguiu”. Encontramos nos evangelhos as palavras: “então disse Pedro”, mais vezes do que a soma das palavras de todos os demais discípulos.
Cristo dá o nome Pedro, ou Cefas, a Simão (para designar firmeza) Jo 1. 42.
Quando Pedro se mostrava fraco ou vacilante, Jesus dirigia-se a ele pelo nome original, Simão, antes do nome que significa pedra Lc 22. 31; Mc 14. 37; Jo 21. 15.

Também é bom lembrar aqui, que a rocha a que Jesus se referiu, não era Pedro; mais Ele próprio. Vejamos: Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela Mt 16. 18.
Quando Jesus se refere a Pedro, a palavra grega usada é Pέtroς (Petros); que significa pedra pequena. E quando Jesus se refere a Ele próprio, a palavra e pέtra (petra), que significa pedra grande, ou rochedo. Em Mt 7. 24, ode Jesus fala da casa sobre a rocha; o termo grego empregado ali é petra. E também em Mt 27. 60 ode diz que o tumulo que Jesus foi sepultado era cavado na rocha; o termo grego ali também é petra. E nas edições das Bíblias em português, em Mt 16. 18. O pronome demonstrativo é “esta” referindo-se a primeira pessoa, ou seja: a pessoa que esta falando; Jesus.

Certo dia, em um ato impulsivo, Pedro propõe a Jesus para também andar por sobre o mar Mt 14. 29. Logo em seguida Jesus chamou-o de homem de pequena fé Mt 14. 31.

Quando Jesus perguntou, “e vóz, quem dizeis que eu sou”? Pedro é o primeiro a responder: Tu és o Cristo, o filho do Deus vivo Mt 16.16;

Quando Jesus foi abandonado por muitos, e perguntou aos doze se queriam ir também; foi outra vês o sanguíneo que respondeu: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna” Jo 6. 68.

Reprova a Jesus Mt 16. 22. É repreendido por Jesus Mt 16. 23.

Assiste a transfiguração; e foi o único a falar Mt 17. 1-8.

Fisga o peixe com a moeda na boca Mt 17. 27.

Foi o único a reagir, quando o seu Mestre ia ser preso; Corta a orelha de Malco Jo 18. 10-11; Lc 22. 50.

Foi ele que disse a Jesus que morreria com ele Mt 26. 35. Porem; nega a Cristo Mc 14. 68.
João não teve coragem de entrar no túmulo sozinho Jo 20. 6. mas Pedro entrou Mt 20. 3-8.
Jesus ressuscitado lhe aparece 1Co 15. 5.

Jesus que tinha conhecimento da ousadia e esforço de Pedro, disse-lhe: “Apascenta as minhas ovelhas” Jo 21.15.

Assiste a ascensão At 1. 9.

Fala a Igreja infantil At 1.16.

Após receber a virtude do Espírito Santo At 1. 8; 2. 1-9.

Prega no dia de Pentecoste, e ganha quase três mil almas At 2. 14-47.

Cura o coxo da porta formosa At 3.7.

Ameaçado pelo Sinédrio At 4. 17.

Recebe a revelação da mentira, e repreende a Ananias, e Safira At 5. 3.

Deitam-se enfermos nas ruas, para que quando Pedro passar, sua sombra se projete neles At 5. 15.

Liberto do cárcere por um anjo At 5. 19.

Sua defesa perante o Sinédrio At 5. 29.

Enviado a Samaria At 8. 14.

Denuncia a Simão, o mágico At 8. 14-24.

Cura Enéias, paralítico At 9. 34.

Ressuscita Dorcas At 9. 40.

Sua defesa em Jerusalém At 11. 5.

Preso por Herodes At 12. 4.

Liberto por um anjo At 12. 9.

No concílio em Jerusalém At 15. 7.

Sua esposa o acompanha nas suas viagens 1Co 9. 5.

Apóstolo da circuncisão Gl 2. 8.

Uma das “colunas” na Igreja primitiva Gl 2. 9.

Paulo o resiste, Gl 2. 11.

Escreve duas epístolas 1Pe 1. 1; 2Pe 1. 1.

Trabalha em Babilônia 1Pe 5. 13.

Seu martírio predito Jo 21. 18.

Os escritores antigos testificam que sofreu martírio mais ou menos no tempo que Paulo, nas perseguições de Nero. Orígenes diz que Pedro se sentiu indigno de sofrer como seu Mestre e, por seu próprio pedido, foi crucificado de cabeça para baixo.

Certamente: Pedro foi vitorioso,
Devido à oração intercessora de
Jesus por ele Jo 17. 1-26.

Conclusão.
Esse é o homem considerado indouto e sem letras; porem dotados de uma sabedoria sobrenatural; foi um grande exemplo de renuncia, e de zelo pela obra do Mestre. Ele nos deixou o mandamento:
Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento; porquanto está escrito: Sereis santos, porque eu sou santo. E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor durante o tempo da vossa peregrinação, sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo 1Pd 1. 15-19.

Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como até o dia da eternidade.
2Pd 3. 18.

Anúncios

12 comentários sobre “Pedro, um discípulo sincero e dinâmico – 4

  1. FICO MUITO ALEGRE, POIS DEUS TEM USADO PESSOAS PARA O CRESCIMENTO DA IGREJA, SOU PROFESSOR DA ESCOLA BIBLICA DOMINICAL DA MINHA IGREJA, E SEMPRE BUSCO AUXILIO NESTE SITE.
    “QUE DEUS VOS ABENCOE PODEROSAMENTE”

  2. MUITO BOM O ESTUDO DETE SITE , SEMPRE BUSCO AUXILIO NESTA PAGINA PARA CADA VES MAIS LEVAR A EBD ASSUNTO DE PESO COMO O QUE ACABAMOS DE APRENDER AQUI , QUE DEUS ABENÇOE E CUMPRA CADA PROMESSA QUE TEM NA SUA VIDA AMADO IRMAO PERON

  3. É muito bom poder contar com a ajuda de irmãos que se preocupam com a qualidade do ensino nas escolas dominicais, o comentário acima é uma ferramenta a mais para o ensinador cristão, porém não concordo com a Teoria dos 4 Temperamentos, segundo Jehozadak Pereira “A doutrina dos quatro temperamentos é oriunda de uma ‘salada’ que mistura ritos fúnebres, forças da natureza, filosofia, esoterismo, ocultismo, psicologia, Nova Era, astrologia, religião pagã, vidas passadas, reencarnação e sobretudo conflitos: uns
    classificam a doutrina de uma forma, outros de a forma diversa”.(PEREIRA, Jehozadak A. O Que São Temperamentos? Existe compatibilidade entre a Fé Cristã e a Teoria dos Quatro Temperamentos?
    São Paulo: Editora Candeia, 1996, p.12).
    O Pr. Arnaldo Senna da Silva, em seu livro “Alerta Geral Sobre Seitas e Heresias” também comenta sobre o assunto.
    Gostaria de pedir ao Pr. Edevir Peron e aos amigos desse site para que não se ofendam comigo nem entendam a minha opinião como sendo uma crítica destrutiva. Tenho muito respeito e admiração pelo trabalho de vocês, mas precisamos ter cuidado com aquilo que ensinamos e zelo pelos nossos educandos, instruindo-os corretamente para que aprendo o puro e genuíno evangelho.

  4. Fico orgulhoso de saber que Pedro fez parte dos anais da história,e também dos irmãos que de uma forma muito rica falam de Pedro que foi um exemplo de cristão para todos nós que Deus abençõe a todos.Amém…

  5. Seus comentários tem sido de grande valia para aperfeiçoamento de meus conhecimentos. Que Deus continue vos usando como vasos ,para que possamos ser alcançados pela vossa instrumentalidade.O reino de Deus é assim uma soma de esforços e conhecimentos a fim de glorificar o nome de Deus.

  6. REFUTANDO A TEORIA DOS 4 TEMPERAMENTOS

    A palavra “temperamento” não é encontrada em nenhuma parte da Bíblia. Tampouco vemos DEUS separando a Humanidade em 4 temperamentos. Os termos Sanguíneo, Fleumático ou Melancólico não são citados na Bíblia. Já o termo Colérico é citado de uma forma totalmente adversa a Teoria dos 4 temperamentos, pois DEUS não indica nenhuma virtude em ser colérico, porque assim diz Provérbios 22:24: “Não faças amizade com o iracundo; nem andes com o homem COLÉRICO”. DEUS não diz que o colérico é uma pessoa com defeitos e virtudes, e sim que ser colérico é dar vazão a um comportamento totalmente reprovável.
    Certamente Tim Lahaye aproveitou-se da Teoria dos 4 temperamentos, criada numa atmosfera greco-romana, pagã e politeísta, e deu-lhe uma roupagem cristã através da escolha de versículos fragmentados da BÍBLIA, totalmente fora da sã doutrina, contrariando os princípios da Exegese e da Hermenêutica.
    “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de Filosofias e vãs sutilezas, segundo a Tradição dos homens, segundo os Rudimentos do mundo e não segundo CRISTO.” Colossenses 2:8
    Também não precisamos recorrer a doutrinas estranhas para crescermos na fé, porque basta examinarmos a nós mesmos a Luz da Bíblia e sermos praticantes da Palavra conforme Tiago 1:22.

  7. gostei da intervenção , foi bem a prepósito muitos derrapam nos termos filosóficos e confundem certas mentes do que é de DEUS e o que é dos homens obrigado.

  8. A PAZ CONTINUI DEIXANDO DEUS TE USAR TÉM PESSOAS QUE VC PRECISA FALAR OLHO NO OLHO PARA QUE ENTENDA A MENSAGÉM. O SENHOR É FIÉL USA QUEM ELE QUE DO GEITO DELE TEM PESSOAS QUE TEM QUE SER DO JEITO DELE OU SI NÃO NÃO SERVE FIQUE COM DEUS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s